Gilmar bate duro em juiz que prendeu Garotinho

Após o fim da prisão domiciliar do ex-governador Anthony Garotinho, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, criticou o juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que decretou a prisão do ex-governador; “Se não conhece esta matéria, vai pra casa” e “não aplique o Direito Constitucional da Malandragem” foram algumas das frases proferidas por Gilmar

Após o fim da prisão domiciliar do ex-governador Anthony Garotinho, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, criticou o juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que decretou a prisão do ex-governador; “Se não conhece esta matéria, vai pra casa” e “não aplique o Direito Constitucional da Malandragem” foram algumas das frases proferidas por Gilmar
Após o fim da prisão domiciliar do ex-governador Anthony Garotinho, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, criticou o juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que decretou a prisão do ex-governador; “Se não conhece esta matéria, vai pra casa” e “não aplique o Direito Constitucional da Malandragem” foram algumas das frases proferidas por Gilmar (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - Após o fim da prisão domiciliar do ex-governador Anthony Garotinho, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, criticou o juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que decretou a prisão do ex-governador. 

“Se não conhece esta matéria, vai pra casa” e “não aplique o Direito Constitucional da Malandragem” foram algumas das frases proferidas por Gilmar, de acordo com informações pela coluna Radar.

No julgamento do mérito do habeas corpus impetrado pela defesa de Garotinho, todas as medidas cautelares impostas pela 100a Zona Eleitoral foram suspensas, incluindo a proibição de Garotinho falar sobre o processo. Quatro ministros votaram a favor da concessão do habeas corpus e dois ministros, contra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247