Gilmar Mendes concede liberdade para Marcelo Crivella

O ministro Gilmar Mendes, do STF, derrubou a prisão domiciliar, mas determinou que o ex-prefeito do Rio de Janeiro não poderá manter contato com outros investigados no esquema do "QG da Propina"

Marcelo Crivella
Marcelo Crivella (Foto: EBC)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou a prisão domiciliar de Marcelo Crivella (Republicanos), ex-prefeito do Rio de Janeiro. Mendes rejeitou um habeas corpus da defesa de Crivella, mas deu-lhe a liberdade.

Ele determinou, porém, que Crivella terá que entregar seus passaportes em até 48 horas e não poderá manter contato com outros investigados no esquema do "QG da Propina".

O ex-prefeito estava preso desde dezembro. A prisão domiciliar havia sido concedida pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins.

O “QG da Propina” seria um grupo de empresários que pagavam para ter acesso a contratos e para receber valores que eram devidos pela Prefeitura do Rio.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email