Governador de São Paulo está politicamente isolado na briga pelo comando dos tucanos na Câmara

O governador de São Paulo, João Doria está isolado entre as siglas políticas de centro e centro-direita. É o que constatam muitos atores políticos em meio ao embate que o titular do Bandeirantes trava pelo comando do PSDB na Câmara

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em pleno embate pela liderança do PSDB na Câmara dos Deputados, o governador de São Paulo, João Doria, foi alertado por líderes políticos de que ele e o seu partido estão cada vez mais afastados dos demais partidos de centro e centro-direita.  

O isolamento de Doria poderá ser fatal para seus planos eleitorais em 2022, quando pretende concorrer à Presidência da República.   

Doria foi alertado de que as legendas de centro têm forte resistência ao seu nome e hoje não se esforçam para trabalhar a seu favor.  

Para manter o número necessário de assinaturas e fazer de seu candidato, Beto Pereira (PSDB-MS), o líder do partido na Câmara, Doria teria pedido ajuda ao PP. E recebeu um não. 

Doria recorreu também ao DEM, do seu vice Rodrigo Garcia, que trabalhou para convencer Eli Corrêa Filho (DEM-SP) a ceder a sua vaga na Câmara aos tucanos. Em troca, o deputado poderia assumir uma secretaria no estado.   

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247