Guadalupe tem carro incendiado e barricadas

Um carro pegando fogo aparece em um terreno às margens da estrada do Camboatá, em Guadalupe, no subúrbio da zona norte da cidade do Rio; a estrada fica no entorno do conjunto habitacional do "Minha Casa, Minha Vida", invadido no dia 9 deste mês com ajuda de criminosos; ao lado do veículo incendiado há pelo menos mais três carros abandonados; um quarto veículo, virado de cabeça para baixo, interditava uma das pistas da via; foram feitas barricadas com estruturas de concreto para dificultar a passagem de pedestres e de veículos, além de operações policiais

Reprodução/ Globo
Reprodução/ Globo (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 – Um carro pegando fogo aparece em um terreno às margens da estrada do Camboatá, em Guadalupe, no subúrbio da zona norte da cidade do Rio. A estrada fica no entorno do conjunto habitacional do "Minha Casa, Minha Vida", invadido no dia 9 deste mês.

De acordo com imagens publicadas no site do G1, ao lado do veículo incendiado há pelo menos mais três carros abandonados. Um quarto veículo, virado de cabeça para baixo, interditava uma das pistas da via. As imagens também mostraram barricadas feitas com estruturas de concreto para dificultar a passagem de pedestres e de veículos, além de operações policiais.

As cerca de 200 famílias invadiram o condomínio com a ajuda de criminosos armados. No entorno do conjunto habitacional fica a Favela Gogó de Guadalupe, no Complexo do Chapadão.

Na última quinta-feira (13), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) emitiu um documento determinando a reintegração de posse do condomínio. Os invasores prometerem desocupar o local de maneira pacífica, mas exigiram a entrega do documento, prevista para esta segunda-feira (17). Eles fizeram outros pedidos, como caminhões para levar os pertences das famílias e uma ambulância para transportar mulheres grávidas e idosas, com dificuldade de locomoção. 

No mesmo documento, o TJ-RJ determinou notificações por ofício ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgância (Samu) e ao Corpo de Bombeiros, requisitando a colocação de ambulâncias em apoio à operação. O Conselho Tutelar foi notificado para acompanhar a diligência e acolher crianças desacompanhadas dos pais. A Secretaria de Assistência Social do Município ficará responsável pelos idosos em situação de risco.

Um carro blindado da Polícia Militar faz a segurança da entrada principal do condomínio, com a presença de cerca de dez policiais armados. A Rua Senhor do Bonfim, principal acesso ao empreendimento, está aberta e os carros trafegam normalmente. O prédio é formado por 11 blocos com cinco andares cada. Há 240 apartamentos no total.

*Com Agência Brasil

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247