Haddad rebate Covas: 'não tem 10% do caráter do avô e recebeu SP com as finanças saneadas'

Ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad rebateu o atual prefeito da cidade, Bruno Covas, que citou fake news durante um debate nesta quinta-feira (1) e disse que o petista deixou um rombo de sete bilhões na prefeitura

Fernando Haddad e Bruno Covas
Fernando Haddad e Bruno Covas (Foto: Brasil 247 | Kelly Fuzaro/Band)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad rebateu nesta sexta-feira (2) o atual prefeito da cidade Bruno Covas (PSDB-SP), que citou fake news durante um debate nesta quinta-feira (1) e disse que o petista deixou um rombo de sete bilhões na prefeitura. 

Covas (PSDB) voltou a falar no debate sobre um “rombo” de R$ 7 bilhões no orçamento da cidade deixado, segundo o tucano, pelo petista Fernando Haddad. No entanto, pela prestação de contas de 2016, publicada no Diário Oficial no ano seguinte, informa que a disponibilidade de caixa, na verdade, era positiva, com R$ 5,3 bilhões de saldo.

Haddad usou suas redes sociais para rebater a fake news disparada por Covas. Segundo o ex-prefeito, “Bruno Covas infelizmente não tem 10% do caráter do avô”, referindo-se à Mário Covas, ex-governador de São Paulo, que faleceu em 2001.

Haddad ainda disse que  “recebeu a cidade com as finanças saneadas. Ainda assim ele e Dória investiram em 4 anos metade do que eu investi”. 

“Minha gestão também obteve um inédito grau de investimento da agência de risco Fitch. Com tudo isso, Dória/Covas investiram METADE do que eu investi em 4 anos. A imprensa jamais divulgará esse dado!!”, acrescentou o ex-prefeito.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247