Hospital terá nome Ernesto Che Guevara

Em Maricá, no litoral do Rio de Janeiro, já está definido que o hospital municipal que está sendo construído irá se chamar Dr. Ernesto Che Guevara, em homenagem ao médico argentino que liderou a Revolução Cubana; decisão foi alvo de críticas de grupos de direita como Revoltados ONLINE e Instituto Liberal; hospital terá 138 leitos para internação; previsão é de que fique pronto no segundo semestre de 2016; investimento de cerca de R$ 40 milhões já foi aprovado por secretarias do estado e pelo Ministério da Saúde

Em Maricá, no litoral do Rio de Janeiro, já está definido que o hospital municipal que está sendo construído irá se chamar Dr. Ernesto Che Guevara, em homenagem ao médico argentino que liderou a Revolução Cubana; decisão foi alvo de críticas de grupos de direita como Revoltados ONLINE e Instituto Liberal; hospital terá 138 leitos para internação; previsão é de que fique pronto no segundo semestre de 2016; investimento de cerca de R$ 40 milhões já foi aprovado por secretarias do estado e pelo Ministério da Saúde
Em Maricá, no litoral do Rio de Janeiro, já está definido que o hospital municipal que está sendo construído irá se chamar Dr. Ernesto Che Guevara, em homenagem ao médico argentino que liderou a Revolução Cubana; decisão foi alvo de críticas de grupos de direita como Revoltados ONLINE e Instituto Liberal; hospital terá 138 leitos para internação; previsão é de que fique pronto no segundo semestre de 2016; investimento de cerca de R$ 40 milhões já foi aprovado por secretarias do estado e pelo Ministério da Saúde (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - As obras do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara (HMECG), em Maricá, no litoral do Rio de Janeiro, já se iniciaram. Anunciada pela prefeitura do município em 2012, a unidade, além de servir como referência para a região, tem a premissa de aliviar a demanda do Hospital Municipal Conde Modesto Leal (HMCML), no centro da cidade.

Batizado em homenagem ao médico argentino que liderou a Revolução Cubana, o hospital contará com 138 leitos para internação, e a previsão é de que fique pronto no segundo semestre de 2016. Segundo o portal G1, a área que ocupará, de 128,9 mil quadrados, já recebe trabalhos de terraplenagem e nivelamento de terreno. O investimento total é de cerca de R$40 milhões e, de acordo com a coordenação do projeto, ele já foi aprovado por secretarias do estado e pelo Ministério da Saúde.

Conforme o G1, o HMECG fornecerá à população um moderno setor de pronto atendimento 24 horas para politraumatizados e pacientes referenciados da rede. Clínicos gerais, cirurgiões gerais, pediatras, anestesistas, ortopedistas e especialistas de sobreaviso (urologia, cardiologia, vascular, bucomaxilofacial, neurologia, infectologia) trabalharão na unidade, que incluirá dois Centros de Tratamento Intensivo (CTI) – adulto e infantil – e pode abrigar também um parque de medicina diagnóstica com Imagenologia, laboratório de análises clínicas e central de material esterilizado.

Três salas de cirurgia de grande porte e uma de médio porte integrarão o Centro Cirúrgico. O hospital terá, ainda, sete enfermarias femininas e sete masculinas de clínica médica, emergência clínica pediátrica, isolamentos pediátricos e salas de observação. Serão construídos um refeitório com 192 lugares, um auditório com capacidade para 72 pessoas e salas de administração.

O nome do HMECG já foi alvo de críticas de grupos de direita como Revoltados ONLINE e Instituto Liberal. “Dar a um hospital brasileiro o nome de Ernesto Che Guevara, seja esse hospital onde for, seja do tamanho que for, é, sem exagero nenhum, um atentado à dignidade moral da nossa pátria”, diz artigo publicado no site da última entidade em dezembro de 2014.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email