Ibope no Rio: Paes tem 32%, Crivella e Martha têm 14% e Benedita, 9%

Luiz Lima tem 4%; Bandeira e Renata, 2%, Fred Luz e Messina, 1%; Cyro, Clarissa, Glória, Simonard e Suêd, 0%. Levantamento foi feito entre 28 a 30 de outubro

Eduardo Paes, Benedita da Silva, Marcelo Crivella e Martha Rocha
Eduardo Paes, Benedita da Silva, Marcelo Crivella e Martha Rocha (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa Ibope para a prefeitura do Rio de Janeiro, divulgada nesta sexta-feira (30), mostra o candidato Eduardo Paes (DEM) em primeiro, com 32%. Marcelo Crivella (Republicanos) e Martha Rocha (PDT) aparecem numericamente empatados em segundo, com 14%. Benedita da Silva (PT) aparece em terceiro, com 9%. 

Comparando com o levantamento anterior do Ibope, divulgado no dia 15 de outubro, a evolução dos candidatos é a seguinte:

Eduardo Paes foi de 30% para 32%

Crivella foi de 12% para 14%

Martha Rocha foi de 8% para 14%

Benedita da Silva foi de 7% para 9%

Luiz Lima foi de 3% para 4%

Bandeira de Mello foi de 3% para 2%

Renata Souza foi de 3% para 2%

Fred Luz se manteve com 1%

Paulo Messina se manteve com 1%

Cyro Garcia foi de 2% para 0%

Clarissa Garotinho foi de 1% para 0%

Glória Heloiza se manteve com 0%

Henrique Simonard se manteve com 0%

Suêd Haidar não foi citada na pesquisa anterior e foi para 0%

Os indecisos se mantiveram com 5%, e os brancos ou nulos foram de 23% para 15%

O Ibope ouviu 1.204 eleitores da cidade do Rio de Janeiro entre os dias 28 e 30 de outubro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247