Incêndio consome 80% da vegetação em parque em MG

Parque do Rola Moa um dos mais importantes da regio metropolitana de Belo Horizonte

Uma das mais importantes áreas verdes da Região Metropolitana de Belo Horizonte, o Parque do Rola Moça voltou a ser devastado pelo fogo nos últimos três dias. Durante o final de semana, o incêndio iniciado na sexta-feira ganhou força e chegou a ameaçar moradores dos condomínios fechados da região. Muitos tiveram que abandonar suas casas.

Segundo o sargento Eduardo Quirino da Silva, 46 bombeiros, 40 brigadistas e mais seis policiais militares contaram com a ajuda de dois helicópteros - o Pégasus da PM e o Guará do Instituto Chico Mendes - até início da noite para conter as chamas, que já destruíram 80% da vegetação do parque. O Rola Moça tem 3.941 hectares de área verde que passam por Belo Horizonte, Brumadinho Nova Lima e Ibirité, onde se misturam exemplares de Mata Atlântica e Cerrado e vivem animais ameaçados de extinção como a onça parda, a jaguatirica e o lobo-guará.

A Serra do Cipó, outro cartão postal mineiro, a 90 quilômetros de Belo Horizonte, também está em chamas. Segundo o sargento Quirino, cerca de 500 hectares da reserva foram destruídos desde sexta-feira. Um efetivo de 20 bombeiros e 50 brigadistas do Ibama tentava controlar o fogo, mas os trabalhos tiveram que ser interrompidos no anoitecer e serão retomados hoje.

O tempo seco - reflexo da falta de chuva que persiste apesar das previsões em contrário da meteorologia - é apontado pelos bombeiros como a causa dos vários incêndios que afetam Minas Gerais. Neste domingo, pelo menos 1.500 agentes trabalhavam para tentar apagar os vários focos de incêndio distribuídos pelo Estado. "Mesmo se o nosso efetivo fosse três vezes maior não daríamos conta de controlar a situação", afirmou um capitão dos Bombeiros. A corporação conta com 5.600 agentes em Minas.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247