Investigado na máfia dos transportes do Rio ameaça comparsas

"Eu vou aí conversar com vocês e vai ser sério. Vocês só não morreram ainda porque eu quero receber o meu dinheiro", ameaçou Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento Estadual de Transporte do Rio de Janeiro a outros dois investigados da Operação Ponto Final, que investiga esquema de propinas em empresas de ônibus do estado do RJ; Preso por Marcelo Bretas, juiz da 7.ª Vara Federal do Rio, Onofre foi solto pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal

Rogério Onofre
Rogério Onofre (Foto: Charles Nisz)

Rio 247 - A Procuradoria da República pediu novamente a prisão do ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ) Rogério Onofre na Operação Ponto Final – que investiga a cúpula do Transporte do Rio nesta quarta-feira (23).

A PGR afirma que Onofre fez ameaças de morte a outros suspeitos. Em solicitação enviada ao juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal do Rio, a Procuradoria relata que Onofre, solto pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, oferece risco a outros investigados. 

No áudio, Rogério Onofre reclama a outro investigado que está "sem dinheiro" e mostra irritação por conta de uma dívida a receber dos outros dois investigados: "Eu vou aí conversar com vocês e vai ser sério. Vocês só não morreram ainda porque eu quero receber o meu dinheiro", ameaçou Onofre

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247