Jefferson: caso Petrobras é último ato do "mensalão"

Segundo o ex-deputado Roberto Jefferson, o escândalo denunciado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa é o "epílogo do mensalão", que ele denunciou ao jornal em 2005; afirma que os dois episódios tiveram a mesma motivação: financiar o "projeto do PT para se perpetuar no poder"; ele diz ainda que a presidente Dilma Rousseff é uma 'mulher séria e honrada, mas tem uma herança de corrupção terrível do partido e precisa botar panos quentes para não atingir o Lula'

Segundo o ex-deputado Roberto Jefferson, o escândalo denunciado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa é o "epílogo do mensalão", que ele denunciou ao jornal em 2005; afirma que os dois episódios tiveram a mesma motivação: financiar o "projeto do PT para se perpetuar no poder"; ele diz ainda que a presidente Dilma Rousseff é uma 'mulher séria e honrada, mas tem uma herança de corrupção terrível do partido e precisa botar panos quentes para não atingir o Lula'
Segundo o ex-deputado Roberto Jefferson, o escândalo denunciado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa é o "epílogo do mensalão", que ele denunciou ao jornal em 2005; afirma que os dois episódios tiveram a mesma motivação: financiar o "projeto do PT para se perpetuar no poder"; ele diz ainda que a presidente Dilma Rousseff é uma 'mulher séria e honrada, mas tem uma herança de corrupção terrível do partido e precisa botar panos quentes para não atingir o Lula' (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – Cumprindo pena da AP 470, o ex-deputado Roberto Jefferson, afirmou que o escândalo denunciado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa é o "epílogo do mensalão", que ele denunciou ao jornal em 2005.

Segundo ele, em entrevista Bernardo Mello Franco, os dois episódios tiveram a mesma motivação: financiar o "projeto do PT para se perpetuar no poder".

Jefferson diz que a presidente Dilma Rousseff é uma “mulher séria e honrada, mas tem uma herança de corrupção terrível do partido e precisa botar panos quentes para não atingir o Lula.

Sobre a disputa eleitoral, diz que vibrou muito com o presidenciável tucano Aécio Neves, que compara ao lutador Rocky, personagem de Sylvester Stallone: "É o Aécio Balboa. Apanhou nove assaltos e virou a luta no décimo, no debate da Globo. Ele mostrou, com apoio do eleitor, que não somos uma republiqueta bolivariana. Essa turma do Maduro está caindo de podre aqui no Brasil" (leia mais).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email