CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Jovem esfaqueado no Rio pode ficar com sequelas

A informação é da tia do garoto, Vanessa Monteir; ela disse que o seu sobrinho, Pedro Arthur Britto Santa Cruz, de 18 anos, levou três facadas no ombro e no braço esquerdos, que atingiram músculo, veia, artéria e nervo; o rapaz está sem sensibilidade tátil em três dedos da mão esquerda; o tio Christiano Britto Monteiro, que é professor de história, afirmou que, segundo os médicos, por questão de milímetros um dos golpes poderia ter atingido uma artéria que levaria Pedro à morte em questão de minutos

Imagem Thumbnail
A informação é da tia do garoto, Vanessa Monteir; ela disse que o seu sobrinho, Pedro Arthur Britto Santa Cruz, de 18 anos, levou três facadas no ombro e no braço esquerdos, que atingiram músculo, veia, artéria e nervo; o rapaz está sem sensibilidade tátil em três dedos da mão esquerda; o tio Christiano Britto Monteiro, que é professor de história, afirmou que, segundo os médicos, por questão de milímetros um dos golpes poderia ter atingido uma artéria que levaria Pedro à morte em questão de minutos (Foto: Leonardo Lucena)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Rio 247 - O estudante Pedro Arthur Britto Santa Cruz, de 18 anos, esfaqueado no sábado (30) dentro de um trem no Rio, pode ficar com sequelas, de acordo sua tia Vanessa Monteiro. Ela afirma que o sobrinho levou três facadas no ombro e no braço esquerdos, que atingiram músculo, veia, artéria e nervo. O rapaz está sem sensibilidade tátil em três dedos da mão esquerda.

Vanessa contou que Pedro, atingido entre as estações Quintino e Piedade, continua assustado. "Ele disse que de imediato não percebeu que estava sendo roubado, pensou que se tratava de um amigo. Ele disse que foi tudo muito rápido e que acha que só levou as facadas porque puxou o braço e o assaltante deve ter pensado que ele estava reagindo", disse a tia. As informações são do G1.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O tio Christiano Britto Monteiro, que é professor de história, afirmou que, segundo os médicos, por questão de milímetros um dos golpes poderia ter atingido uma artéria que levaria Pedro à morte em questão de minutos. Ainda existe a possibilidade de o jovem ter de fazer uma outra cirurgia.

"Ele conta que só se lembra de já estar no chão esfaqueado. O ladrão não deu nenhum ultimato, não falou nada. E o Pedro, um nerd do jeito que é, jamais reagiria. Ele se assustou. Ele é um menino pacífico, do bem, que só pensa em estudar. Ele contou que,quando ficou com metade do corpo do lado de fora do trem, teve medo de ser arrastado", afirmou o tio.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em nota, a SuperVia lamentou o caso e informou que "está mobilizada para prestar o auxílio necessário à polícia nas investigações, fornecendo as imagens registradas pelo circuito interno de segurança para identificar o infrator". Segundo o texto, "a equipe de assistentes sociais da SuperVia está em contato com o Hospital Salgado Filho acompanhando o estado do passageiro".

A concessionária afirma que "a segurança pública no sistema ferroviário é atividade típica e exclusiva do governo do estado, que atua nas estações e trens por meio do Grupamento de Policiamento Ferroviário, que recentemente teve seu efetivo reforçado de 50 para 90 homens". 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO