Judiciário penhora apartamento de R$ 2 milhões e 267 m² de Valdemiro Santiago

O proprietário de um imóvel cobrou da Igreja Mundial do Poder de Deus dívidas em aluguéis e em IPTU

www.brasil247.com - Pastor Valdemiro Santiago
Pastor Valdemiro Santiago (Foto: Reprodução (Youtube))


247 - A Justiça do estado de São Paulo penhorou 50% de um imóvel de propriedade do apóstolo Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus. O apartamento vale cerca de R$ 2 milhões, de acordo com avaliação imobiliária anexada ao processo. Fica na cidade de Rondonópolis, em Mato Grosso, tem 266,9 metros quadrados e três vagas de garagem. 

De acordo com informações publicadas nesta terça-feira (29) pela coluna Rogério Gentile, o proprietário de um imóvel cobrou dívidas em aluguéis e em Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU) da igreja, estimadas em cerca de R$ 360 mil, incluindo juros e correção monetária.

A Igreja Mundial faz um acordo judicial, mas não pagou nem a primeira parcela acertada. Disse que teve diminuição na arrecadação dos dízimos por causa da pandemia do coronavírus e do fechamento dos templos.

De acordo com o Judiciário, que incluiu Valdemiro na cobrança, existem indícios "consistentes de desvio de finalidade e confusão patrimonial" entre os bens da igreja e os do religioso. 

Outro lado

A defesa do apóstolo afirmou que o proprietário do imóvel não apresentou prova de que há confusão entre os patrimônios de Valdemiro e o da igreja, "inexistindo qualquer indício de fraude". "São alegações falaciosas sem nenhum respaldo na realidade", disse.

O apóstolo pode recorrer da decisão de incluí-lo na cobrança e da penhora. A igreja é que não pode mais questionar a dívida, porque o processo aberto pelo proprietário do imóvel transitou em julgado, quando a decisão judicial é definitiva, não podendo mais ser questionada.

Se a dívida não for paga, o apartamento penhorado poderá ser leiloado.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247