Justiça diz que MP perdeu prazo para recursos no caso de Flávio Bolsonaro

O MP tinha até 17 de julho para apresentar os recursos, mas os recursos foram protocolados apenas em 20 de julho, e foram considerados “intempestivos” pelo TJ do Rio de Janeiro

Senador Flávio Bolsonaro em Brasília
Senador Flávio Bolsonaro em Brasília (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) decidiu que os recursos apresentados pelo Ministério Público (MPRJ) na concessão de foro privilegiado ao senador Flávio Bolsonaro foram disponibilizados fora do prazo. A informação é do jornal O Globo.

A decisão é da desembargadora Elisabete Filizzola Assunção que rejeitou os recursos que questionavam a decisão que conferiu foro por prerrogativa de função ao parlamentar na investigação sobre o esquema das rachadinhas.

O MP tinha até 17 de julho para apresentar os recursos. Mas, estranhamente, o recursos foram protocolados apenas em 20 de julho, e foram considerados “intempestivos”. O Ministério Público depende agora do julgamento de uma reclamação feita ao STF contra o foro especial dado ao senador.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247