Justiça do Rio nega pedido de Fauzi e mantém mandado de prisão

Ao negar o pedido de Eduardo Fauzi, a Justiça do Rio considerou que o ataque contra a produtora do Porta dos Fundos se enquadra na hipótese de "tentativa de homicídio e, portanto, cabe a prisão temporária"

Eduardo Fauzi
Eduardo Fauzi (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A 6ª Câmara Criminal do Rio de Janeiro negou o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Eduardo Fauzi Richard Cerquise, suspeito de ser um dos integrantes do grupo que promoveu o ataque terrorista à sede do grupo Porta dos Fundos, na véspera de Natal. A informação é do colunista Ancelmo Gois, do O Globo.

Foragido na Rússia, Fauzi tem um mandado de prisão temporária expedido.

Ao negar o pedido de Fauzi, o desembargador afirmou que o ataque contra a produtora do Porta se enquadra na hipótese de "tentativa de homicídio e, portanto, cabe a prisão temporária". 

A defesa de Fauzi talegava que o caso seria de "mero dano patrimonial causado por explosão".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247