Justiça dos EUA manda soltar goleiro Jean, que agrediu a esposa

O jogador, que terá o contrato rescindido com o São Paulo, continuará a ser processado na Flórida pelo crime de violência doméstica. Ele também terá que manter distância da mulher e poderá visitar as filhas, mas na presença de terceiros, segundo determinação do tribunal de Orlando

Esposa acusa goleiro do São Paulo, Jean, de agressão
Esposa acusa goleiro do São Paulo, Jean, de agressão (Foto: Reprodução | Reprodução/Instagram)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em audiência realizada nesta quinta-feira, 19, em Orlando, a Justiça dos Estados Unidos determinou a soltura do goleiro Jean Paulo Fernandes, do São Paulo. 

Ele é acusado de agredir a esposa, Milena Bemfica, a socos durante uma discussão na madrugada de quarta-feira, 18 (leia mais no Brasil 247). 

Apesar disso, o jogador continuará a ser processado na Flórida pelo crime de violência doméstica. Ele também terá que manter distância da mulher e poderá visitar as filhas, mas na presença de terceiros, segundo determinação do tribunal.

Ele deverá deixar a penitenciária do Condado de Orange ainda nesta quinta-feira, após a realização de todos os trâmites para soltura. Jean não precisou pagar fiança para ser solto.

A agressão à esposa fez com que o São Paulo decidisse rescindir o contrato de Jean. O fim do vínculo será concretizado após as férias do atleta.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247