CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Justiça nega prisão de motorista de Porsche que matou trabalhador de aplicativo

Fernando Sastre de Andrade Filho nasceu em uma família de empresários atuantes nos segmentos imobiliário e de materiais de construção civil de São Paulo

Fernando Sastre de Andrade Filho (Foto: Reprodução/Brasil Urgente/TV Bandeirantes)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Justiça de São Paulo negou a prisão temporária de Fernando Sastre de Andrade Filho, condutor do Porsche que colidiu contra um Sandero e matou um motorista de aplicativo na capital paulista. Ao portal UOL, a defesa do condutor citou o caso como "uma fatalidade" e declarou que o rapaz não fugiu do local do crime — como apontado pelas autoridades.No entanto, autoridades indicam outra versão: Fernando teria fugido do local do acidente e não fez o teste do bafômetro, mesmo com a presença de policiais militares.

O caso ocorreu na Avenida Salim Farah Maluf, região leste da capital paulista. Segundo testemunhas ouvidas pela Polícia Civil, o Porsche estava em alta velocidade. O limite para a via é de 50 km/h. Ornaldo da Silva Viana foi socorrido e levado em parada cardiorrespiratória ao Hospital Municipal do Tatuapé, onde morreu.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Fernando Sastre de Andrade Filho nasceu em uma família de empresários atuantes nos segmentos imobiliário e de materiais de construção civil de São Paulo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO