Kalil anuncia controle de entrada na cidade e não descarta lockdown: 'não espantem se BH for trancada'

O prefeito de Belo Horizonte explicou que servidores da Secretaria Municipal de Saúde, agentes da BHTrans e Polícia Militar verificarão o estado de saúde de quem quiser acessar a cidade a partir da próxima segunda-feira

Alexandre Kalil
Alexandre Kalil (Foto: Amira Hissa/PBH)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou nesta segunda-feira (11) que a partir da próxima segunda servidores da Secretaria Municipal de Saúde, agentes da BHTrans e Polícia Militar farão barreiras sanitárias nas entradas da cidade com o objetivo de verificar o estado de saúde que quem quiser acessar BH. 

O prefeito também não descartou a possibilidade de lockdown na capital mineira. “A população de Belo Horizonte tem 3 anos e meio que me conhece, não espantem se Belo Horizonte for trancada, não espantem. É o povo que vai determinar a abertura ou o lockdown de Belo Horizonte”, disse Kalil.

Serão feitas 13 barreiras nas principais entradas da cidade. Os locais ainda não foram divulgados.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247