Kim Kataguiri diz que “boiada” defende o “patrimonialismo de Bolsonaro” e é atacado

Provando do próprio veneno de ódio que ajudou a espalhar pelo Brasil, o líder do MBL, Kim Kataguiri (DEM-SP), criticou a indicação de Augsuto Aras para a PGR e disse que a “boiada está defendendo o patrimonialismo do presidente”. Um internauta escreveu: “Que contraditório japinha. Vc mesmo disse que tem 'gente boa' na esquerda. Tô achando que FHC te inspira"

(Foto: MJS\ Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Provando do próprio veneno de ódio que ajudou a espalhar pelo Brasil, o líder do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri (DEM-SP), que apoiou o golpe contra Dilma Rousseff, está sendo atacado mais uma vez nas redes sociais nesta sexta-feira (6). O parlamentar criticou a indicação de Augsuto Aras para a Procuradoria-Geral da República e disse que a “boiada está defendendo o patrimonialismo do presidente”.

“Para a boiada que está defendendo o patrimonialismo do presidente: não combatem o centrão? Pois peçam para o PGR petista de Bolsonaro denunciar todos os corruptos. Vamos pressionar? Eu ajudo”, tuitou Kim.

“Que contraditório japinha. Vc mesmo disse que tem 'gente boa' na esquerda. Tô achando que FHC te inspira: 'esqueçam o que escrevi'. Folclórico mas no seu caso verdadeiro', tuitou o perfil DraMonica65.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247