Lindbergh propõe aliança da esquerda com Boulos em São Paulo e Benedita no Rio

Candidato a vereador no Rio de Janeiro, Lindbergh Farias afirmou que a esquerda ainda tem tempo para se unir em torno das candidaturas mais competitivas em todas as grandes capitais. "Minha tese é BB, Benedita-Boulos", disse ele à TV 247. Para o ex-senador, Haddad e Freixo erraram ao não disputar as prefeituras

Lindbergh Farias, Guilherme Boulos e Benedita da Silva
Lindbergh Farias, Guilherme Boulos e Benedita da Silva (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Gabriel Paiva/PT na Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-senador e atual candidato a vereador no Rio de Janeiro Lindbergh Farias (PT-RJ) concedeu entrevista ao programa Bom Dia 247 nesta terça-feira (6) e defendeu uma  aliança da esquerda com o candidato Guilherme Boulos (PSOL) em São Paulo e com a candidata Benedita da Silva (PT) no Rio de Janeiro.  

“No Rio, o único nome possível para desbancar  Crivella é a Benedita da Silva. E, no caso de São Paulo, o nome é de Boulos. Olha só a responsabilidade da esquerda. Precisamos conversar e analisar quem tem condições de ir para um segundo turno”, afirmou Lindbergh, referindo-se às alianças entre PT, PSOL e PCdoB no pleito municipal. 

Lindbergh também disse que o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e o deputado Marcelo Freixo (PSOL) erraram ao não disputarem as prefeituras de São Paulo e Rio de Janeiro. “O fato é que tanto Haddad e Freixo estão sendo esquecidos neste momento. O momento é de colocar a cara”. 

Ao comentar o desempenho da ex-deputada Manuela D'avilla (PCdoB) como candidata à prefeita de Porto Alegre, com 24% das intenções de voto, em primeiro lugar nas pesquisas, ele também destacou que o PSOL deveria apoiá-la. 

O candidato ainda disse que as alianças municipais com o PDT se tornam muito difíceis, pois “Ciro Gomes age o tempo todo para fazer frente contra Lula”. “É de perder a paciência essa atitude de Ciro”, criticou. 

Inscreva-se na TV 247 e confira: 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247