Lindbergh sobre recorde de abstenção no Enem: "tudo em que o governo Bolsonaro toca, destrói"

"O PT construiu o Enem para democratizar o acesso ao ensino superior, já Bolsonaro destrói o sonho de milhões de jovens", afirmou o vereador do Rio Lindbergh Farias (PT). "Tudo em que o governo Bolsonaro toca, destrói"

Lindbergh Farias
Lindbergh Farias (Foto: Alessandro Dantas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vereador do Rio de Janeiro Lindbergh Farias (PT) destacou a abstenção de alunos no Exame Nacional do Ensino Médio (Exame), realizado nesse domingo (17), mesmo com a pandemia do coronavírus. 

"Metade dos inscritos no Enem não foi fazer a prova! Abstenção recorde de 51,5%, cerca de 2,8 milhões de pessoas. Tudo em que o governo Bolsonaro toca, destrói. O PT construiu o Enem p/ democratizar o acesso ao ensino superior, já Bolsonaro destrói o sonho de milhões de jovens", escreveu o parlamentar no Twitter. 

Apesar do alto índice de abstenção, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, resolveu culpar imprensa pela abstenção história. "Parte [da explicação pela abstenção foi] a dureza e medo da contaminação e parte de um trabalho de mídia contrária ao Enem que foi muito grande"", disse. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email