Linhas de ônibus têm novos ajustes operacionais

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), implementará novos ajustes operacionais da racionalização das linhas da Zona Sul da cidade; as alterações beneficiarão moradores do Copacabana, Grande Tijuca, Leblon, Catete, Largo do Machado, Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico; a linha 434 (Grajaú x Botafogo – via Lapa – circular) será estendida até Copacabana, seguindo pelo Túnel Velho, Rua Siqueira Campos e retornando pela Rua Figueiredo de Magalhães

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), implementará novos ajustes operacionais da racionalização das linhas da Zona Sul da cidade; as alterações beneficiarão moradores do Copacabana, Grande Tijuca, Leblon, Catete, Largo do Machado, Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico; a linha 434 (Grajaú x Botafogo – via Lapa – circular) será estendida até Copacabana, seguindo pelo Túnel Velho, Rua Siqueira Campos e retornando pela Rua Figueiredo de Magalhães
A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), implementará novos ajustes operacionais da racionalização das linhas da Zona Sul da cidade; as alterações beneficiarão moradores do Copacabana, Grande Tijuca, Leblon, Catete, Largo do Machado, Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico; a linha 434 (Grajaú x Botafogo – via Lapa – circular) será estendida até Copacabana, seguindo pelo Túnel Velho, Rua Siqueira Campos e retornando pela Rua Figueiredo de Magalhães (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), implementará, a partir desta quinta-feira (24), novos ajustes operacionais da racionalização das linhas da Zona Sul da cidade. As alterações beneficiarão moradores do Copacabana, Grande Tijuca, Leblon, Catete, Largo do Machado, Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico.

Os ajustes foram elaborados a partir de análises técnicas da secretaria e de reclamações e sugestões dos passageiros à Central 1746, canal de comunicação oficial da prefeitura com o cidadão. O objetivo é de melhorar o atendimento aos usuários nesses bairros. No total, as melhorias alcançam cinco linhas: 434, 580, SV580, 582 (Circular 2) e 517.

A linha 434 (Grajaú x Botafogo – via Lapa – circular) será estendida até Copacabana, seguindo pelo Túnel Velho, Rua Siqueira Campos e retornando pela Rua Figueiredo de Magalhães. Com isso, a vista da linha passará a ser a seguinte: 434 (Grajaú x Siqueira Campos – via Lapa/Túnel Velho – circular).

A linha 580 (Laranjeiras x Largo do Machado – circular) será estendida até o Cosme Velho para atender melhor os moradores da região, passando a ter a seguinte vista: 580 (Largo do Machado x Cosme Velho). O atendimento à Praça General Glicério será feito por uma nova linha: SV580 (Largo do Machado x Laranjeiras). O serviço variante foi criado para ampliar a oferta de transporte aos moradores da área.

A linha 582 – Circular 2 (Leblon x Urca - via Jardim Botânico/Túnel Rebouças/Laranjeiras – circular) terá uma alteração no trajeto, passando a seguir pela Rua Visconde de Albuquerque, no Leblon, a fim de melhorar a ligação do bairro com o Jardim Botânico.

Já a 517 (Gávea/PUC-Glória – via Lagoa- Epitácio Pessoa- Circular) terá reforço na frota determinada pela SMTR para atender melhor os moradores do Catete.

Todas as mudanças foram feitas com base nas reclamações encaminhadas para a Central 1746. As informações são repassadas à Ouvidoria da SMTR que compila os dados e encaminha às áreas técnicas para análise. Também foram consideradas as sugestões encaminhadas pelas associações de moradores. Do dia 3 de outubro, data da primeira etapa da racionalização, até 11 de março, a ouvidoria da SMTR recebeu 958 reclamações, 90 sugestões e 106 pedidos de informação sobre o sistema.

Informações aos usuários

Para ampliar o acesso da população às informações sobre as mudanças nas linhas, a SMTR criou o site da racionalização (www.rio.rj.gov.br/web/smtr/racionalizacao). Lá, estão disponibilizadas tabelas com todas as linhas criadas, extintas ou encurtadas, as alternativas criadas pelos novos serviços e os ajustes operacionais.

A Secretaria esclarece que a comunicação direta aos usuários é de responsabilidade do Rio Ônibus, que já distribuiu 700 mil folhetos por meio de 135 promotores espalhados em 126 pontos de maior circulação de passageiros. Também foram afixados 2.500 cartazes em ônibus e nos pontos de parada. Outra ação adotada foi determinar ao Rio Ônibus a atualização de todas as mudanças no aplicativo Vá de Ônibus.

*Com assessoria

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247