Mãe de Henry muda versão e acusa Jairinho pela morte do filho

Monique Medeiros diz agora que ela e sua família foram ameaçadas pelo vereador

Monique Medeiros e menino Henry Borel
Monique Medeiros e menino Henry Borel (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – "Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, escreveu na cadeia uma carta de 29 páginas com uma nova versão para os fatos investigados pela polícia. Na carta, Monique muda de lado e acusa Jairinho, a quem defendeu no inquérito e em declarações públicas. Agora, Monique diz que o vereador é um homem dominador e violento, e que se sentiu ameaçada por ele", aponta reportagem do portal G1.

A mãe de Henry agora que foi acordada por Jairinho na madrugada de 8 de março, que pensou que Henry estava desmaiado, que foi orientada a mentir em depoimento sobre a morte do filho, que Jairinho é um homem violento e possessivo, que ela e sua família foram ameaçadas pelo vereador. Ambos estão presos.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email