Mais um golpista na lista de Janot: Júlio Lopes

Deputado Júlio Lopes (PP-RJ), que votou a favor do golpe parlamentar de 2016, também será investigado, sob a acusação de ter recebido propina nas obras da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro, que, segundo o TCU, causaram prejuízo de R$ 2,3 bilhões

Deputado Júlio Lopes (PP-RJ), que votou a favor do golpe parlamentar de 2016, também será investigado, sob a acusação de ter recebido propina nas obras da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro, que, segundo o TCU, causaram prejuízo de R$ 2,3 bilhões
Deputado Júlio Lopes (PP-RJ), que votou a favor do golpe parlamentar de 2016, também será investigado, sob a acusação de ter recebido propina nas obras da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro, que, segundo o TCU, causaram prejuízo de R$ 2,3 bilhões (Foto: Leonardo Attuch)

Rio 247 – Mais um golpista desponta na chamada "lista de Janot". Trata-se do deputado Júlio Lopes (PP-RJ), será investigado, sob a acusação de ter recebido propina nas obras da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro, que, segundo o TCU, causaram prejuízo de R$ 2,3 bilhões.

"Ex-secretário estadual de Transportes de 2007 a 2014, durante o governo de Sérgio Cabral, Lopes entrou na lista de Janot depois de ter sido acusado de receber propina em contratos e aditivos da construção da Linha 4 do Metrô (Ipanema-Barra da Tijuca) e do Arco Metropolitano do Rio, ambos executados durante o governo Cabral", informa o jornalista Chico Otávio.

"A decisão sobre o inquérito, assim como os demais baseados nas delações da Obebrecht, será tomada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF. Os investigadores acreditam, porém, que a recente prisão de Luiz Carlos Velloso, ex-chefe de gabinete de Lopes na Secretaria de Transportes, possa acrescentar mais provas sobre o envolvimento do deputado em esquemas de desvios de recursos nas obras e operação da Linha 4."

Confira, acima, o voto do deputado a favor do golpe.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247