Mais um intelectual se recusa a dar entrevista para Globo

Depois que o professor da PUC-SP Reginaldo Nasser, que se recusou a dar entrevista para a Globo News, argumentando que a emissora "incita o ódio", agora foi a vez do professor de Ciência Política da UERJ João Feres Júnior que se negou a falar com o G1; "Não colaboramos mais com nenhuma mídia do grupo Globo. Vocês querem dar um golpe na democracia brasileira e não contarão com nossa colaboração", afirmou

Depois que o professor da PUC-SP Reginaldo Nasser, que se recusou a dar entrevista para a Globo News, argumentando que a emissora "incita o ódio", agora foi a vez do professor de Ciência Política da UERJ João Feres Júnior que se negou a falar com o G1; "Não colaboramos mais com nenhuma mídia do grupo Globo. Vocês querem dar um golpe na democracia brasileira e não contarão com nossa colaboração", afirmou
Depois que o professor da PUC-SP Reginaldo Nasser, que se recusou a dar entrevista para a Globo News, argumentando que a emissora "incita o ódio", agora foi a vez do professor de Ciência Política da UERJ João Feres Júnior que se negou a falar com o G1; "Não colaboramos mais com nenhuma mídia do grupo Globo. Vocês querem dar um golpe na democracia brasileira e não contarão com nossa colaboração", afirmou (Foto: Aquiles Lins)

247 - Depois que o professor da PUC-SP Reginaldo Nasser se recusou a dar entrevista para a Globo News, argumentando que a emissora "incita o ódio" (leia aqui), outro intelectual brasileiro se recusou a dar declarações para veículos de comunicação da empresa da família Marinho.

Desta vez foi o sociólogo e mestre em Filosofia João Feres Júnior, professor de ciência política da UERJ e da Unirio. Em sua página no Facebook, ele mostrou a pergunta e sua resposta a uma pedido de um repórter do G1 para falar sobre ações do Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação Afirmativa (Gemaa), do qual é coordenador. 

"Não colaboramos mais com nenhuma mídia do grupo Globo. Vocês querem dar um golpe na democracia brasileira e não contarão com nossa colaboração", afirmou Feres.

Leia: 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247