Manifestantes erguem “Lula Livre” na Central do Brasil, no Rio

Em protesto que marca os 500 dias da prisão do ex-presidente Lula, um grupo de manifestantes se reuniu em frente à Central do Brasil, principal estação de trem, metrô e ônibus do Rio de Janeiro.

Manifestantes pedem Lula livre no Rio de Janeiro
Manifestantes pedem Lula livre no Rio de Janeiro (Foto: Aurélio Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Em protesto que marca os 500 dias da prisão do ex-presidente Lula, um grupo de manifestantes se reuniu em frente à Central do Brasil, principal estação de trem, metrô e ônibus do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (19), e ergueu um boneco do ex-presidente. Lideranças políticas estiveram presentes no ato, que encheu a lateral da Central e chamou a atenção de quem passava.

“Nós nunca vamos abandonar o presidente Luís Inácio Lula da Silva. E viemos aqui conversar com você, trabalhador. Vocês sabem que a prisão de Lula foi para impedir a vitória dele e eleger Bolsonaro, para prejudicar os trabalhadores, prejudicar os mais pobres. Pensem bem! São 500 dias de prisão injusta”, disse o ex-senador Lindbergh Farias, que fez uma transmissão ao vivo do ato. “A gente está vendo armação, o juiz tem que ser imparcial. O juiz era imparcial? Prendeu Lula para impedir que ele ganhasse as eleições”, declarou.

Leia mais na Fórum.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247