Médicos e funcionários de hospital federal no Rio param em protesto contra falta de pessoal

Apenas emergncia e o atendimento de pacientes que fazem quimioterapia esto funcionando; o diretor do hospital assumiu que a unidade precisa de mais profissionais, principalmente pediatras anestesistas



Rio_247- Médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e funcionários administrativos do Hospital Federal Cardoso Fontes, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, fazem uma paralisação, hoje (24), em protesto contra a falta de pediatras, anestesistas e enfermeiros. Por causa da greve, as cirurgias e os atendimentos nos ambulatórios foram suspensos. Apenas a emergência e o atendimento de pacientes que fazem quimioterapia estão funcionando, além da distribuição de remédios para doentes de aids.

O diretor do hospital, Paulo Fernandes, assumiu que a unidade precisa de mais profissionais, principalmente pediatras e anestesistas. Ele informou que enviou uma solicitação de reforço de pessoal ao Ministério da Saúde e que, nos próximos 15 a 20 dias, o centro cirúrgico voltará à normalidade.

”Nós já chamamos 17 médicos anestesistas e, com isso, a gente retoma as atividades do centro cirúrgico. Não solucionamos [os problemas], mas as atividades que tínhamos um tempo atrás a gente consegue alcançar”.

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email