Menina de 19 anos morre após tiros de guarda municipal em SP

Uma jovem identificada como Gabrielli Mendes da Silva, de 19 anos, após a Guarda Civil Municipal de Rio Claro (SP) disparos tiros numa ação que apurava violação das regras de distanciamento social

Gabrielli Mendes da Silva
Gabrielli Mendes da Silva (Foto: Reprodução (Facebook))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma jovem identificada como Gabrielli Mendes da Silva, de 19 anos, morreu depois que um guarda municipal disparou tiros numa ação contra uma festa clandestina, em Rio Claro, no interior de São Paulo. O caso aconteceu neste domingo (2). Os guardas apuravam violações das regras de distanciamento social. 

Outro rapaz - José Felipe de Lima Verneck, de 29 anos - também foi atingido e encaminhado a um hospital.

O guarda que portava a arma dos tiros alegou disparo acidental quando foi colocar munição de borracha. Ele não teve o nome revelado. 

Em nota, a GCM disse que o "fato será apurado pela Polícia Civil e julgado pelo Judiciário". 

"Na corporação, será instaurado Inquérito Administrativo para apurar a conduta técnica do GCM com relação ao emprego dos procedimentos operacionais. Não podemos, nem devemos fazer julgamentos precipitados", disse.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247