Metroviários suspendem greve desta terça, mas linhas amanhecem paralisadas em SP

Funcionários do metrô de São Paulo suspenderam a grave prevista para esta terça-feira (28), porém muitos deles não foram trabalhar durante a noite, o que provocou a paralisação de algumas linhas

Metroviários suspendem greve em SP
Metroviários suspendem greve em SP (Foto: Metrô-SP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Funcionários do metrô de São Paulo suspenderam a grave prevista para esta terça-feira (28), porém muitos deles não foram trabalhar durante a noite, o que provocou a paralisação das linhas 1 (Azul), 2 (Verde), 3 (Vermelha) e 15 (Prata) nesta manhã. As linhas 4 (Amarela) e 5 (Lilás) seguiram funcionando parcialmente a partir das 4h40. A CPTM continua funcionando normalmente. Cerca de 80% (1.399) dos trabalhadores que participaram de uma assembleia da categoria optaram pela suspensão da greve. Apenas 324 metroviários votaram pela manutenção da paralisação.

De acordo com atualização publicada pelo Metrô de São Paulo, os trechos entre as estações Ana Rosa e Luz, na Linha 1 (Azul), e entre as estações Alto do Ipiranga e Clínicas, na Linha 2 (Verde), foram reabertos às 6h12. O trecho entre as estações Santa Cecília e Tatuapé, na Linha 3 (Vermelha), foi reaberto às 6h17. O relato foi publicado no jornal O Estado de S.Paulo.

O secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, informou nesta segunda-feira (27) ao sindicato da categoria que o governo estadual renovará o acordo coletivo vencido em 30 de abril e acatará a proposta do Ministério Público do Trabalho sobre a manutenção do adicional noturno de 50%. A proposta prevê o pagamento de 25% por seis meses e a diferença será paga integralmente nos seis meses subsequentes.

O acordo também pagará o adicional de horas extras de 100%, com pagamento de 50% por seis meses e a diferença também paga integralmente nos seis meses seguintes.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247