"Mexeu com o Rio, mexeu comigo", dizem artistas

Caetano Veloso e Seu Jorge convocam em vdeo para comcio desta quinta, na Cinelndia; assista; metr, barcas e trens sero grtis das 13 s 15 horas; 200 mil devem comparecer

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 _ Caetano Veloso e Seu Jorge entram na luta pela defesa dos royalties do petróleo nesta quinta-feira (9) e gravaram convocação para que a população compareça ao ato “Contra a Injustiça - Em Defesa do Rio” , às 15h, com concentração em frente à Candelária. Seu Jorge, o cantor e compositor nascido na Baixada Fluminense que hoje mora em São Paulo, também se alistou na batalha pelos royalties do Rio. Caetano mora há mais de 40 anos na cidade.

Gigantescas faixas em conhecidos monumentos – como Cristo Redentor, Pão de Açúcar e outros pontos da zona sul - mobilizam o Rio de Janeiro para a manifestação num esforço dos governos municipais e estaduais para atrair a população carioca. A expectativa do governo é reunir mais de 100 mil pessoas na caminhada até a Cinelândia. Só os municípios produtores prometem trazer 10 mil pessoas em 200 ônibus.

No dia do protesto, as repartições públicas estaduais e municipais terão ponto facultativo. A SuperVia, concessionária responsável pelo serviço de trens no Rio, e barcas vão distribuir passagens gratuitas das 13h às 15h. O metrô também não vai cobrar passagem das 13h às 15h, para que as pessoas possam ir ao evento, e ao final do protesto, das 20h às 22h, em quatro estações: Cinelândia, Presidente Vargas, Carioca e Uruguaiana.

Assista ao vídeo de convocação:


 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email