MP conclui investigação e denunciará Flávio Bolsonaro no esquema da rachadinha

O senador Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz serão denunciados por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, segundo reportagem do Globo. Flávio é apontado como líder de organização criminosa

www.brasil247.com - Flávio Bolsonaro e Queiroz
Flávio Bolsonaro e Queiroz


247 - O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) concluiu a investigação do caso da 'rachadinha' e, segundo O Globo, irá denunciar ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) o senador Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Flávio é apontado como líder de organização criminosa que praticava rachadinha na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Por sua vez, Queiroz é indicado como operador do esquema. Vale ressaltar que Flávio Bolsonaro já ocupou o cargo de deputado estadual no Rio. Os crimes teriam ocorrido nesse período.

Flávio e Queiroz, ainda segundo a reportagem, serão denunciados por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inicialmente, O Globo divulgou que a denúncia já havia sido feita. O MP enviou um comunicado à imprensa, no entanto, informando que "até o momento, não há denúncia ajuizada contra o atual senador Flávio Bolsonaro nas investigações referentes a movimentações financeiras e m seu ga binete no período em que era deputado estadual".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"A Instituição lamenta e repudia a divulgação de notícias relacionadas a investigações sigilosas, sem qualquer embasamento ou informação oficial por parte do MPRJ, o que causa prejuízo à tramitação do procedimento e desinformação junto ao público", completa a nota.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Promotores afirmam, com base nos dados das quebras de sigilo bancário e fiscal, que o senador utilizou ao menos R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo do esquema das rachadinhas. O senador teria usado ainda três métodos para lavar o dinheiro.

O esquema de rachadinha na Alerj já era investigado há mais de dois anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email