Molon mantém candidatura ao Senado e trai acordo de PSB com PT no Rio

Como o diretório nacional do partido anunciou que cortará o repasse de verbas para ele, o candidato irá abrir uma vaquinha para financiar sua campanha

www.brasil247.com -
(Foto: Pablo Valadares - Câmara)


247 - Alessandro Molon (PSB) anunciou, nesta sexta-feira, 5, que seguirá candidato ao Senado. Como o diretório nacional do partido anunciou que cortará o repasse de verbas para ele, o candidato irá abrir uma vaquinha para financiar sua campanha.

Molon ainda alegou que o acordo do PT com o PSB para ele ceder a vaga da disputa a André Ceciliano (PT), em troca do apoio petista a Marcelo Freixo (PSB) ao governo, nunca foi firmado.

“Nunca houve um acordo do PSB com o PT para que a vaga ao Senado fosse cedida. Eu nunca fiz, nunca participei, nem autorizei, acordo para que essa vaga fosse cedida ao Partido dos Trabalhadores. Nem eu que sou presidente estadual, e nem o presidente nacional, Carlos Siqueira, que me autorizou a dizer isso expressamente na minha comunicação”, disse Molon. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Me causam espanto alguns ataques que a gente vem recebendo, como se não pudéssemos representar a oposição nessa disputa. Precisamos resistir e manter a pré-candidatura para vencer o Senado”, continuou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta sexta, a executiva nacional do PT aprovou a manutenção da aliança em torno da candidatura Freixo, mesmo com a manutenção da insistência de Molon em seguir na disputa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ceciliano, ao jornal O Globo, voltou a cobrar que os acordos partidários sejam respeitados.

“Eu sou um soldado do meu partido. Não tenho nada contra ele (Molon). Mas acho que a candidatura dele não amplia”, disse. “Eu, ao contrário, fui prefeito de Paracambi duas vezes, presidi a Alerj na pior crise do Rio e sou da Baixada Fluminense, região onde tenho muito trabalho para mostrar”, destacou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Na política, o maior ativo que se pode ter é fazer compromisso, acordos democráticos, e cumpri-los”, afirmou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email