Moro absolve mulher de Cabral e não vê lavagem de dinheiro em gastos

Juiz Sérgio Moro absolveu a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo da acusação de lavagem de dinheiro; segundo o magistrado, a esposa de Sérgio Cabral não teria como saber de crimes de lavagem praticados pelo marido; para Moro, as compras em lojas de grifes não são suficientes para condená-la

www.brasil247.com - Adriana Ancelmo e Sergio Cabral
Adriana Ancelmo e Sergio Cabral (Foto: Charles Nisz)


247 - Assim como ocorreu com Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha, o juiz federal Sérgio Moro absolveu Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, das acusações de lavagem de dinheiro. Na sentença, Moro alegou não haver ‘prova suficiente de autoria ou participação’ de Adriana nos crimes. O peemedebista, acusado de propina de R$ 2,7 milhões nas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj),da Petrobrás, foi condenado a cumprir pena de 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Na denúncia contra Adriana, o Ministério Público Federal listou gastos da família Cabral superiores a R$ 100 mil mensais. Algumas compras teriam sido feitas pela mulher do peemedebista. Da mesma forma como ocorreu com Cláudia Cruz, Moro criticou os gastos da ex-primeira-dama do Rio de Janeiro: “É reprovável que tenha gasto recursos provenientes de crimes de corrupção para aquisição de bens, inclusive de luxo”.

Moro afirma, no entanto, que a ex-primeira-dama não teria como saber de crimes de lavagem praticados pelo marido. Segundo o magistrado, as compras em lojas de grifes não são suficientes para condená-la. “O gasto do produto do crime em bens de consumo não é, por si só, lavagem de dinheiro e não há prova suficiente de que ela participou das condutas de ocultação e dissimulação que caracterizaram esse crime", afirmou Moro. Adriana, no entanto, ainda responde a outros processos na Justiça do Rio de Janeiro e que é possível que a ex-primeira dama seja condenada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email