HOME > Sudeste

São Paulo tem protestos contra a carestia, por emprego e comida em 15 bairros (vídeo)

Manifestantes levam panelas, ossos e faixas para chamar a atenção a respeito das crises social e econômica. Foto é de manifestação em frente à Bolsa de Valores

Manifestação contra a carestia e por emprego e comida em frente à Bolsa de Valores de SP (Foto: CMP (Central de Movimentos Populares))

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Um protesto contra a situação econômica da população brasileira acontece em frente à Bolsa de Valores de São Paulo na tarde desta terça-feira (21). São realizadas ao todo 15 marchas de protesto em vários locais da capital contra a carestia e por emprego e comida. Organizados pela Central de Movimentos Populares (CMP), as manifestações ocorrem em formato de marchas e próximos de supermercados, em bairros da periferia e na região central da Cidade de São Paulo. 

O movimento acredita que a iniciativa poderá representar a retomada do movimento contra a carestia, que ocorreu no final dos anos 70 e início dos anos 80, quando cresceram no país o desemprego e carestia e a fome, decorrentes da alta da inflação. As lideranças da entidade avaliam que hoje, a situação é mais grave que naquela época. 

“A ideia desse movimento, que estamos chamando de marcha por emprego, contra a carestia e a fome é para chamar atenção para esse enorme problema que atinge milhões de pessoas sobretudo nas periferias, as mulheres e o povo negro. E denunciar as verdadeiras causas que são a concentração de renda, de poder, o sistema capitalista, em que uns lucram e outros não têm condições sequer de se alimentar”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador nacional da CMP.

Os participantes dos protestos levam panelas, ossos, faixas e cartazes para chamar a atenção a respeito das crises social e econômica que assolam milhões de pessoas. Ao final de cada marcha será lida uma carta aberta à população que denuncia e alerta para a profunda desigualdade social no país.  Raimundo Bonfim explica que o objetivo das marchas que fecham o ano é também “aumentar a esperança de melhores conquistas e vitórias para o povo brasileiro em 2022”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: