MP abre cinco inquéritos para apurar irregularidades na gestão Doria em compras para combater a Covid-19

Promotor José Carlos Blat, responsável pelas investigações, é o mesmo que conduz o inquérito que apura possíveis irregularidades na compra de 3 mil respiradores que o governo paulista adquiriu da China por mais de R$ 550 milhões

Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus
Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus (Foto: Sergio Andrade/GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (8) cinco inquéritos para apurar suspeitas de irregularidades na compra de respiradores e equipamentos para o enfrentamento ao novo coronavírus pela gestão do governador João Doria (PSDB). 

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, somente um dos contratos, feito por meio de dispensa de licitação, destinado à aquisição de máscaras está avaliado em R$ 104 milhões. 

O promotor José Carlos Blat, responsável pelas investigações, é o mesmo que conduz o inquérito que apura possíveis irregularidades na compra de 3 mil respiradores que o governo paulista adquiriu da China por mais de R$ 550 milhões. 

Após a abertura dos inquéritos, o governador João Doria anunciou que irá criar uma Corregedoria Extraordinária para acompanhar as compras emergenciais. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247