MP investiga vídeos que indicam propina de R$ 100 mil ao governador Claudio Castro

Imagens e documentos obtidos pela Globonews mostram o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro em um encontro em que ele teria recebido cerca de R$ 100 mil em propina de uma empresa investigada, segundo delator

Claudio Castro é acusado de receber propina
Claudio Castro é acusado de receber propina (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Imagens obtidas pela GloboNews podem complicar a vida de Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro.  A empresa Servlog teria pago propina pago propina de R$ 100 mil em troca de contratos milionários com a Fundação Leão XIII. Cláudio Castro nega.

A reportagem do portal G1 destaca que “os investigadores analisaram câmeras de segurança de um shopping na Barra da Tijuca onde funciona a Servlog Rio, que segundo o Ministério Público pagava propina por contratos com a Fundação Leão XIII, do governo do estado, para atendimento oftalmológico e distribuição de óculos para a população de baixa renda.”

A matéria ainda informa que “em 29 de julho de 2019, às 9h15, o então vice-governador Cláudio Castro chegou com uma mochila ao Shopping Downtown. Não era um evento público, e a visita não aparece na agenda oficial. Às 9h26, Castro espera o elevador. Em seguida, entra em cena o empresário Flávio Chadud, dono da Servlog Rio. Os dois sobem juntos em direção à sede da empresa. A operação foi no dia seguinte ao encontro entre o vice-governador e Flávio Chadud, que foi preso.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247