MP-RJ diz que Flávio Bolsonaro e esposa lavaram R$ 638 mil na compra de imóveis em dinheiro vivo

Para o Ministério Público, a compra de dois imóveis feita em dinheiro vivo por Flávio Bolsonaro e sua esposa, Fernanda, tinha por objetivo lavar dinheiro vindo da rachadinha feita no antigo gabinete do senador

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público do Rio de Janeiro afirma que há suspeitas de que o senador Flávio Bolsonaro e sua esposa, Fernanda, tenham lavado dinheiro por meio da compra de dois imóveis em Copacabana, no Rio.

Flávio e Fernanda efetuaram a compra com dinheiro vivo, que pode ter origem na rachadinha feita no antigo gabinete do senador na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Adquirir o imóvel teria por objetivo, portanto, lavar o dinheiro obtido de forma ilegal.

O dado sobre a compra dos imóveis está presente no mandado de busca e apreensão feito pelo MP-Rj e executado na quarta-feira (18).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247