Mulher é detida em Araraquara por descumprir isolamento e morde guarda municipal

A Prefeitura da cidade disse que a cidadã pode responder por desacato à autoridade, descumprimento do decreto municipal e por infringir a lei que determina o impedimento de propagação de doença contagiosa

(Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A administradora de empresas Silvana Tavares Zavatti foi detida ao descumprir a orientação de guardas municipais para que a cidadã deixasse uma praça em Araraquara, por conta da pandemia do novo coronavírus e das medidas de isolamento adotadas no estado de São Paulo.

Silvana Zavatti chegou a morder uma das guardas que executavam sua prisão. “Eu sou uma pessoa livre, eu estava fazendo apenas atividade física, não tinha necessidade de fazer toda essa agressão, cinco pessoas em cima de mim, eu estou toda machucada, eu não conseguia nem respirar, foi a hora que eu mordi a GCM”, disse Zavatti.

A Prefeitura de Araraquara disse que a mulher pode responder por desacato à autoridade, descumprimento do decreto municipal e, também, por infringir a lei que determina o impedimento de propagação de doença contagiosa.

Carlos Bolsonaro comentou o caso em rede social e atacou a imprensa, já que um jornalista registrava a abordagem da polícia e a desobediência da cidadã. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247