HOME > Sudeste

Mulher que levou morto a banco no RJ diz que idoso chegou vivo, diz defesa

Érika de Souza foi autuada por furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver

Mulher com um cadáver de um idoso (RJ) (Foto: Reprodução)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A defesa da mulher presa por suspeita de levar um homem morto para fazer um empréstimo em um banco no Rio afirmou que a vítima estava viva quando chegou ao local. Socorristas chamados constataram que ele estava morto, de acordo com UOL.

Érika de Souza foi autuada por furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver.

A polícia quer entender se outras pessoas a ajudaram a cometer os crimes e busca imagens de segurança. O corpo do idoso foi levado para o Instituto Médico Legal.

"O principal é: a gente continuar a investigação, pra gente identificar demais familiares, e saber se quando esse empréstimo foi realizado se ele estava vivo, qual é a data desse empréstimo", explicou o delegado ao G1.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados