No Rio, mulher morre após ser baleada dentro de casa

Uma mulher identificada como Elizabeth Alves de Moura Francisco, 41 anos, foi baleada dentro de casa, após um tiroteio no Complexo do Alemão, zona norte do Rio; a filha de Elizabeth e outro menor de idade também forma atingidos; ambos sobreviveram; o confronto entre policiais e criminosos também deixou dois suspeitos mortos

Uma mulher identificada como Elizabeth Alves de Moura Francisco, 41 anos, foi baleada dentro de casa, após um tiroteio no Complexo do Alemão, zona norte do Rio; a filha de Elizabeth e outro menor de idade também forma atingidos; ambos sobreviveram; o confronto entre policiais e criminosos também deixou dois suspeitos mortos
Uma mulher identificada como Elizabeth Alves de Moura Francisco, 41 anos, foi baleada dentro de casa, após um tiroteio no Complexo do Alemão, zona norte do Rio; a filha de Elizabeth e outro menor de idade também forma atingidos; ambos sobreviveram; o confronto entre policiais e criminosos também deixou dois suspeitos mortos (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 – Uma mulher identificada como Elizabeth Alves de Moura Francisco, 41 anos, foi baleada dentro de casa, nessa quarta-feira (1), após um tiroteio no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Os disparos também atingiram a filha de Elizabeth e outro menor de idade. Ambos sobreviveram.

Após ser atingida por dois tiros nas costas, a moradora foi levada para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, na zona norte. Já a sua filha, de 15 anos, levou um tiro no braço direito, mas recebeu alta. Outro menor de idade também foi atingido por quatro disparos e passou por cirurgia.

No dia 20 de março, houve um caso semelhante ao de Elizabeth no Rio. A dona de casa Vanessa Aparecida de Abicassis morreu na porta da sua casa após ser atingida no peito. Moradores protestaram na comunidade, e pediram paz, estendendo lenços e camisas brancas em suas varandas e janelas.

 O último confronto aconteceu por volta das 20h30m desta quarta, durante a troca de turno dos policiais da base avançada da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na Rua Canitar. Além de Elizabeth, o confronto entre policiais e criminosos deixou morto um suspeito identificado como Mateus Gomes Lima, de 18 anos. Ele chegou a ser encaminhado para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiu aos ferimentos. Uma arma calibre 9mm foi apreendida.

Em outra ação envolvimento policiais e bandidos, um suspeito, identificado como Rodrigo de Souza Pereira, de 24 anos, foi baleado na cabeça e morreu no local. De acordo com a PM, foi encontrada junto com ele uma pistola e apreendidos ainda um binóculo, carregador de pistola, munições e um radiotransmissor.


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247