No Rio, tio de traficante resgatado de hospital deve ser levado para Bangu

O juiz titular da Vara de Execuções Penais, Eduardo Oberg, determinou a transferência, em caráter urgente, do traficante Edson Pereira Firmino de Jesus, conhecido como Zaca, do Instituto Penal Vicente Piragibe para a Penitenciária Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1), no Complexo de Gericinó; Zaca é tio do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, resgatado por homens armados do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio


O juiz titular da Vara de Execuções Penais, Eduardo Oberg, determinou a transferência, em caráter urgente, do traficante Edson Pereira Firmino de Jesus, conhecido como Zaca, do Instituto Penal Vicente Piragibe para a Penitenciária Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1), no Complexo de Gericinó; Zaca é tio do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, resgatado por homens armados do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio
O juiz titular da Vara de Execuções Penais, Eduardo Oberg, determinou a transferência, em caráter urgente, do traficante Edson Pereira Firmino de Jesus, conhecido como Zaca, do Instituto Penal Vicente Piragibe para a Penitenciária Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1), no Complexo de Gericinó; Zaca é tio do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, resgatado por homens armados do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio (Foto: Leonardo Lucena)

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O juiz titular da Vara de Execuções Penais, Eduardo Oberg, determinou, nesta segunda-feira ( 20), a transferência, em caráter urgente, do traficante Edson Pereira Firmino de Jesus, conhecido como Zaca, do Instituto Penal Vicente Piragibe para a Penitenciária Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1), no Complexo de Gericinó.

Zaca é tio do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, resgatado por homens armados neste domingo (19) do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio.

A decisão do magistrado foi tomada, entre outras razões, com base no noticiário e em um áudio disseminado pelo aplicativo WhatsApp, no qual um criminoso comunica-se com Zaca e comemora a retirada de Fat Family do hospital.

“Tais provas com fortes evidências, na doutrina e jurisprudência, indicam que deve o juiz adotar medida cautelar de resguardo da segurança pública”, afirmou o juiz Eduardo Oberg. O titular da Vara de Execuções Penais também determinou que a Delegacia de Homicídios abra inquérito para apurar a conduta de Zaca e de outros detentos no sistema penitenciário.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247