‘O Globo admite que errou, mas ao tentar explicar mente de novo’

Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) afirma que o jornal O Globo "continua a mentir" sobre destinação de recursos do governo às emendas de sua autoria aprovadas na Câmara; ele afirma que o diário tenta incutir tese de que os R$ 22 milhões liberados pelo governo seriam uma forma de 'agrado' por ele se posicionar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e garante que vai manter interpelação judicial por calúnia

Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) afirma que o jornal O Globo "continua a mentir" sobre destinação de recursos do governo às emendas de sua autoria aprovadas na Câmara; ele afirma que o diário tenta incutir tese de que os R$ 22 milhões liberados pelo governo seriam uma forma de 'agrado' por ele se posicionar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e garante que vai manter interpelação judicial por calúnia
Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) afirma que o jornal O Globo "continua a mentir" sobre destinação de recursos do governo às emendas de sua autoria aprovadas na Câmara; ele afirma que o diário tenta incutir tese de que os R$ 22 milhões liberados pelo governo seriam uma forma de 'agrado' por ele se posicionar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e garante que vai manter interpelação judicial por calúnia (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - Em publicação no seu site, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) afirma que o jornal O Globo continua a "mentir" sobre destinação de recursos do governo às emendas de sua autoria aprovadas na Câmara.

O parlamentar afirma que o jornal tenta incutir tese de que os R$ 22 milhões liberados pelo governo seriam uma forma de 'agrado' por ele se posicionar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Wyllys explica que o dinheiro não é usado de forma pessoal pelo parlamentar, tampouco vai para suas mãos, e reafirma que O Globo continua a errar com "falso pedido de desculpas". O deputado também garante que vai manter a interpelação ao diário por calúnia. Leia abaixo.

Leia aqui a íntegra da publicação do deputado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email