Padre Júlio Lancellotti: “A morte de padre Ticão é a perda de um modelo de Igreja”

Ao 247, o pároco da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo lamenta a morte do amigo e diz que sua morte significa “a perda de um modelo de Igreja, comprometida com o povo, a mudança, a transformação, com o Evangelho”

(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O Padre Júlio Lancellotti, pároco da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo, falou ao 247 sobre a morte de seu companheiro de luta na zona leste da cidade, Padre Ticão, e disse que ela é “a perda de um modelo de Igreja”.Assim como Júlio, Ticão era um dos líderes da Igreja Católica que atuava por décadas junto a movimentos populares, com pautas como a defesa do uso da cannabis medicinal, a legalização do aborto e a medicina popular.“A morte de padre Ticão é a perda de um modelo de Igreja, comprometida com o povo, a mudança, a transformação, com o Evangelho”, lamentou Júlio.

Assista à entrevista concedida em agosto de 2019 por Padre Ticão ao Canal Paz e Bem, associado à TV 247:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email