Partido Novo critica Zema por reajuste a bombeiros e PMs

O partido Novo, do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, emitiu uma nota em que se posiciona contra o reajuste de 41,47% nos vencimentos de bombeiros e policiais militares do Estado.

Partido Novo critica Zema por reajuste.
Partido Novo critica Zema por reajuste. (Foto: Pedro Gontijo / Imprensa MG)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O partido Novo, do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, emitiu uma nota em que se posiciona contra o reajuste de 41,47% nos vencimentos de bombeiros e policiais militares do Estado. Com Minas Gerais apresentando um dos piores cenários financeiros do País, a Assembleia Legislativa aprovou na quarta-feira, 19, o aumento também para o funcionalismo do Poder Executivo, da própria Assembleia, do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas do Estado (TCE). A informação é do Portal UOL. 

O aumento para servidores do setor de segurança foi enviado à Casa num projeto do próprio governador.

"O Novo admira e apoia o excelente trabalho feito pelo governador Romeu Zema, mas discorda de sua decisão de conceder aumento salarial aos servidores da área de segurança", diz o partido em nota

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247