Pequenos empreendedores do Morro do Vidigal terão linha de crédito de R$ 5 milhões

A concesso do crdito ser coordenada pela Investe Rio, a agncia de fomento do governo estadual; segundo o vice-governador do estado, ser instalado uma rede de internet sem fio gratuita na comunidade, alm de outras melhorias

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio_247_ O governo do Rio de Janeiro vai destinar R$ 5 milhões para a concessão de microcrédito a pequenos empreendedores da comunidade do Vidigal, na zona sul da cidade, que está passando por um processo de pacificação, junto com a Rocinha e a Chácara do Céu. A concessão do crédito será coordenada pela Investe Rio, a agência de fomento do governo estadual.

 A informação foi dada hoje (16) pelo vice-governador do estado, Luiz Fernando Pezão, durante reunião com moradores e líderes comunitários do Morro do Vidigal. Segundo ele, o governo também deverá instalar uma rede de internet sem fio gratuita na comunidade, a exemplo do que já foi feito na orla da zona sul e na Rocinha.

 Durante a reunião, Pezão ouviu várias demandas de moradores, entre elas a melhoria do sistema de transporte, a instalação de uma Unidade de Pronto-Atendimento 24 horas (UPA) e a melhoria do sistema de esgotos do Vidigal. Segundo ele, as reclamações e sugestões de moradores serão discutidas em nova reunião, no dia 25, com representantes do estado e da prefeitura.

 Pezão disse que não estão previstas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, para o Vidigal. Ele acredita, no entanto, que pequenas intervenções urbanísticas poderão ser feitas com verbas próprias do estado. Segundo ele, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), por exemplo, fará melhorias no sistema de esgoto sanitário da favela. “O mais importante que a gente conseguiu foi ter a paz. Que ela perdure e nunca mais saia daqui. Não tem nenhuma grande obra de infraestrutura que a gente precise fazer aqui”, acrescentou Pezão, depois da reunião.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email