Pezão quer endurecer lei contra traficantes

Governador vai se reunir, no Palácio Guanabara, com deputados e senadores da bancada do Rio, na próxima segunda-feira, para discutir emendas a projetos de leis que possam permitir avanços nas áreas da saúde, educação e segurança pública; Pezão vai propor mudanças na legislação para crimes praticados por traficantes de drogas e de armas, além de milicianos

29.05.2015 - Rio de Janeiro - RJ - Governador Luiz Fernando Pezão durante reunião com 21 prefeitos da Região Metropolitana para apresentação de projeto de lei a ser encaminhado à Assembleia Legislativa, que estabelece novas formas de governança e planejam
29.05.2015 - Rio de Janeiro - RJ - Governador Luiz Fernando Pezão durante reunião com 21 prefeitos da Região Metropolitana para apresentação de projeto de lei a ser encaminhado à Assembleia Legislativa, que estabelece novas formas de governança e planejam (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - O governador Luiz Fernando Pezão vai se reunir, no Palácio Guanabara, com deputados e senadores da bancada do Rio, na próxima segunda-feira, para discutir emendas a projetos de leis que possam permitir avanços nas áreas da saúde, educação e segurança pública.

Pezão vai propor mudanças na legislação para crimes praticados por traficantes de drogas e de armas, além de milicianos. O anúncio foi feito na sexta-feira (14) pelo governador durante seminário realizado na Bolsa de Valores do Rio. "Vamos discutir emendas parlamentares que possam ajudar o estado. Analisaremos os melhores caminhos para canalizar recursos", antecipou Pezão.

O governador também enfatizou sua preocupação em manter o mercado de trabalho aquecido.

"A manutenção de empregos é minha preocupação diária. Estamos buscando alternativas que possam permitir a continuação de grandes obras, como a do metrô, que gera milhares de postos de trabalho. Só na Linha 4 temos 9.200 operários. Estou fazendo todo o esforço possível para que tenhamos uma agenda positiva de continuação de obras públicas, investindo também na modelagem de parcerias público-privadas (PPPs). Faremos o que for preciso para continuarmos a ter emprego, renda e prosperidade".

Entre PPPs citadas pelo governador estão as de saneamento na Baixada Fluminense e no Leste do estado (São Gonçalo e Itaboraí), além da construção de novas escolas e a ampliação do número de unidades com ensino médio integral e a criação de novos presídios.

"O projeto de saneamento vai beneficiar 12 milhões de pessoas. Somente as populações da Baixada e dos municípios de São Gonçalo e Itaboraí somam cinco milhões de habitantes".

Parceria

Durante o seminário “A Retomada do Desenvolvimento do Rio de Janeiro, as Parcerias Público-Privadas (PPPs) e as Olimpíadas no Contexto de 2016”, o governador pediu que os empresários pensem em alternativas que impulsionem cada vez mais o desenvolvimento econômico do estado. Pezão ressaltou ainda a importância da participação do capital privado na realização dos Jogos Olímpicos.

"Estou à disposição para pensar, em conjunto com investidores e pessoas que realizam pesquisas sobre o Rio de Janeiro, o que precisamos fazer para que o estado não perca o que conquistou. Se há um estado que vai responder mais rápido a esta crise é o Rio de Janeiro, e as Olimpíadas vão nos ajudar muito neste sentido. Não tenho nenhuma dúvida de que esta será a melhor da história e a que terá a maior participação do setor privado em sua confecção".

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email