CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

PF caça estelionatários que agiam no INSS do Rio

Quadrilhava falsificava documentos para ficar com aposentadorias e benefcios; 17 mandados de priso comearam a ser cumpridos desde as primeiras horas da manh; soma de 160 golpes pode chegar a mais de R$ 3 milhes; ao fecha agncias

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agentes da Polícia Federal do Rio deflagraram nesta quinta-feira 24, as operações Miragem e Caixa Preta, visando cumprir mandados de prisão contra servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que fraudavam benefícios. Em razão da ação policial, agências foram fechadas pela manhã.

Já foram identificados cerca de 160 benefícios fraudulentos ou com sérios indícios de irregularidade, provocando prejuízo aos cofres públicos no valor estimado inicialmente em R$ 3 milhões. Estão sendo cumpridos 17 Mandados de Prisão preventiva, envolvendo cinco servidores do INSS, e 28 mandados de busca e apreensão na área metropolitana do Rio.

Segundo a PF, a quadrilha falsificava documentos públicos e inseria os dados falsos nos sistemas da Previdência Social, com o objetivo de requerer e sacar benefícios previdenciários e assistenciais fraudados. Os fraudadores utilizaram vítimas de grandes desastres aéreos no país, forjando falsas relações de parentesco e dependência econômica para subsidiar a concessão irregular de pensões por morte.

A operação da Polícia Federal conta com a ajuda do Ministério Público Federal e o Ministério da Previdência Social, por meio da Força Tarefa Previdenciária.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO