PF investiga se gabinete de André Janones tinha esquema de "rachadinha"

O áudio envolvimento o parlamentar foi captado durante uma reunião dele com funcionários. Ao negar irregularidades, o deputado citou a Lava Jato e a extrema direita

André Janones
André Janones (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Policiais federais investigam se o deputado federal André Janones (Avante-MG) participou de um esquema de "rachadinha" no gabinete quando assumiu seu primeiro mandato, em 2019. De acordo com novo áudio divulgado pelo Metrópoles, o parlamentar pede ajuda de assessores para a reconstrução do patrimônio perdido em campanha eleitoral.

O congressista negou irregularidades. "Quando vamos aprender a não julgar e condenar antes do contraditório e a ampla defesa? Pensei que a Lava-Jato tinha deixado lições", afirmou Janones. "Aproveito para solicitar que o conteúdo criminosamente gravado seja disponibilizado na íntegra e não edições manipuladas, postadas quase simultaneamente por todas as lideranças de extrema-direita".

continua após o anúncio

O áudio foi captado durante uma reunião com seus funcionários. "Perdi uma casa de R$ 380 mil, carro, poupança de R$ 200 mil e uma previdência [privada] de R$ 70 mil. Acho justo que essas pessoas também participem comigo da reconstrução disso", disse o parlamentar, conforme a gravação. Depois, André Janones afirmou que não seria "justo" assessores permanecerem com 100% de seus salários. "O Mário vai ganhar R$ 10 mil [por mês]. Eu vou ganhar R$ 25 mil líquido. O Mário, os R$ 10 mil é dele líquido. E eu, dos R$ 25 mil, R$ 15 mil vou usar para as dívidas que ficou [sic] de 2016. Não é justo".

De acordo com o parlamentar, o vazamento do áudio é formado por "denúncias vazias", que "nunca se tornaram uma ação penal ou qualquer processo, por não haver materialiade". "[...] usaram uma gravação clandestina e criminosa, um áudio retirado de contexto e para tentar me imputar um crime que eu jamais cometi. Aproveito para solicitar que o conteúdo criminosamente gravado seja disponibilizado na íntegra e não edições manipuladas, postadas quase simultaneamente por todas as lideranças de extrema-direita", escreveu o parlamentar.

continua após o anúncio

"Mais áudios sendo divulgados e com eles, a história real vindo a tona. A história: eu (quando ainda não era deputado), disse pra algumas pessoas (que ainda não eram meus assessores) que eles ganhariam um salário maior do que os outros, para que tivessem condições de arcar com dívidas assumidas por eles durante a eleição de 2016. Ao final, a minha sugestão foi vetada pela minha advogada e, por isso, não foi colocada em prática. Fim da história", afirmou.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou, nesta terça-feira (28), foram encaminhadas ao órgão novas representações sobre as acusações contra Janones, que também serão autuadas e analisadas pela Assessoria Criminal..

continua após o anúncio

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247