Polícia do Rio diz que terrorismo contra Porta dos Fundos não foi terrorismo

Embora a produtora O2, que filma os programas do Porta dos Fundos, tenha sofrido um atentado terrorista a bomba na semana passada, a polícia civil do Rio de Janeiro negou que o ato tenha sido terrorismo – o que abre espaço para novos atentados no Brasil; retaliação ao Porta dos Fundos se deu em razão de um especial que mostrou um Jesus Cristo gay

Porta dos Fundos
Porta dos Fundos (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Embora a produtora O2, que filma os programas do Porta dos Fundos, tenha sofrido um atentado terrorista a bomba na semana passada, a polícia civil do Rio de Janeiro negou que o ato tenha sido terrorismo – o que abre espaço para novos atentados no Brasil, como destacou o escritor Paulo Coelho. 

 Retaliação ao Porta dos Fundos se deu em razão de um especial que mostrou um Jesus Cristo gay.

O secretário Marcus Vinícius Braga e outras autoridades da Polícia Civil receberam na manhã de hoje o ator João Vicente, que representou o Porta dos Fundos ao lado do advogado do grupo, os delegados Fábio Barucke, subsecretário Operacional da Polícia Civil, e Marco Aurélio Ribeiro, titular da 10ª DP (Botafogo) e responsável pela investigação, informou o Portal UOL. 

A Lei Antiterrorismo, sancionada em 2016 pela ex-presidente Dilma Rousseff diz que "o terrorismo consiste na prática por um ou mais indivíduos dos atos previstos neste artigo, por razões de xenofobia, discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia e religião, quando cometidos com a finalidade de provocar terror social ou generalizado, expondo a perigo pessoa, patrimônio, a paz pública ou a incolumidade pública".

Apesar disso, o secretário Marcus Vinícius Braga, disse que "terrorismo não é hipótese investigada"

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247