Polícia investiga incitação a homicídio contra Doria na manifestação bolsonarista

Durante ato na avenida Paulista, o advogado bolsonarista Marcelo Pegoraro utilizou caixas de som para falar que o o governador João Doria (PSDB) "vai morrer" e que "a gente vai lá na tua casa e vamos quebrar sua casa inteira"

www.brasil247.com - João Doria, Jair Bolsonaro e Marcelo Pegoraro
João Doria, Jair Bolsonaro e Marcelo Pegoraro (Foto: Gov. SP | Reprodução)


247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), apresentou notícia-crime contra o advogado Marcelo Pegoraro, que teria feito ameaças de morte contra o tucano durante protesto na Avenida Paulista no último sábado (11). De acordo com a defesa de Doria, Pegoraro cometeu os crimes de ameaça, injúria e incitação ao homicídio. A Polícia Civil vai apurar o caso. 

No ato, o advogado bolsonarista, militante do Aliança pelo Brasil, utilizou caixas de som para falar que o chefe do Executivo paulista "vai morrer" e que "a gente vai lá na tua casa e vamos quebrar sua casa inteira". Também chamou o governador de "filha da puta". Os relatos foram publicados no blog do Fausto Macedo.

"Ao afirmar 'cê vai morrer, filha da puta', referindo-se ao noticiante, o indivíduo que aparece no vídeo incitou que terceiros atentem contra a vida do governador do Estado de São Paulo", alega a defesa do tucano, representada pelo advogado Fernando José da Costa. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Tal circunstância corrobora a existência do 'dolo' em sua conduta, consistente na 'consciência' e 'vontade' de ameaçar o noticiante, incitar à população a praticar crimes e descumprir as medidas de contenção à propagação do covid-19".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email