Polícia mira acusados de violência contra a mulher

Policiais civis do Rio de Janeiro fazem uma operação para cumprir mandados de prisão de acusados de violência doméstica e sexual contra as próprias companheiras; de acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, 12 homens tinham sido presos em todo o estado

Policiais civis do Rio de Janeiro fazem uma operação para cumprir mandados de prisão de acusados de violência doméstica e sexual contra as próprias companheiras; de acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, 12 homens tinham sido presos em todo o estado
Policiais civis do Rio de Janeiro fazem uma operação para cumprir mandados de prisão de acusados de violência doméstica e sexual contra as próprias companheiras; de acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, 12 homens tinham sido presos em todo o estado (Foto: Leonardo Lucena)

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Policiais civis do Rio de Janeiro fazem hoje (25) uma operação para cumprir mandados de prisão de acusados de violência doméstica e sexual contra as próprias companheiras. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, até as 8h de hoje, 12 homens tinham sido presos em todo o estado.

A operação, chamada de Amanhecer Livre, está sendo feita pelas delegacias especiais de Atendimento à Mulher, em homenagem ao Dia Internacional de não violência contra a Mulher.

A data lembra a morte das irmãs Mirabal, assassinadas pelo regime ditatorial de Rafael Leónidas Trujillo, em 25 de novembro de 1960, no país caribenho da República Dominicana.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247